Psicologia dum siderado

Luiz Roberto Benatti.

metido num quimono afrodisíaco

tateio no escuro o sono amorfo

 novos  bits digito como maníaco

movido pela WEB andromorfa

profundissimamente asnático

o vício me causa repugnância

vem à boca a bile negra da ânsia

que se lança  como louca aquática

teatro, ruínas, WC, a obsessiva tela

apossa-se de mim, e o velho livro

ela só o reconhece como mazela

 espreita meus olhos, quer entretê-los

e há-de deixar-me apenas de joelhos

na terra nua com a broca-dos-livros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.