Sem A

Luiz Roberto Benatti.

sem A

abacate não haverá

nem disparate

ida e volta não sairão do lugar

Fernando Pessoa perderá de vista

Lisboa

sem A

a poesia morrerá à mingua

e a  Língua  portuguesa

 ficará presa

por falta de música

ou rima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.