Shakespeare para adolescentes, II

Luiz Roberto Benatti

Neste maldito Facebook, 300 pessoas odeiam-me por aquilo que eu sou. Deveria eu ser um outro para me ver amado por todos? Canto no banheiro para que ninguém da casa ou da pensão me ouça. Se me ouvissem, reclamariam de dor de ouvido. Você já me machucou muitas vezes e eu pergunto: de quantas dores mais precisarei para saber que é hora de me mandar?  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.