A Praça 9 de Julho, ou como resgatamos a história pela Arquitetura

Luiz Roberto Benatti

A nova Praça 9 de Julho não é uma praça histórica, como poderia ser o velho Largo do Café/Praça da República, caso o Cinetheatro República estivesse de pé. O que dela fizemos foi solicitar à Arquitetura e à História que se ajuntassem   para que o cenário pudesse recontar  a história da Revolução constitucionalista de 1932. Esse modo de caminhar de volta para o passado não tem nada a ver com a conservação dum prédio que noutros tempos tivesse sido  abrigo de soldados aquartelados de onde saíram para enfrentar nas ruas o adversário: marca de bala de fuzil nessa parede, a sala do comandante logo ali, nos fundos a cavalariça, ao lado o paiol de pólvora. O arquiteto pensou como o poeta que, através da metáfora, devolvesse ao leitor no presente aquilo que se escondia nas brumas do tempo. O paredão que se compunha como telão de concreto da versão anterior transformou-se numa belíssima casamata com verso e anverso: a parte frontal, futuro abrigo da casa do artesão e entreposto da guarda municipal, desenha-se como trincheira matamoros, enquanto que seção dos fundos serve de apoio para um grande espelho d’água/bebedouro. Entre as duas faces, há um túnel estreito que conduz à parte superior, de onde o espectador avistará a totalidade da praça como se estivesse no alto dum mirante. À medida que você escala a rampa ascendente sua sensação é a de caminhar por uma trincheira. O soldado deixou o pedestal em que esteve perfilado por muitos anos pelo equilíbrio no alto dum obus: peça de artilharia formidável. Agora, ele se posta à direita do mural do Malheiros no qual se vêem convocados para o 32 diante do Lyceo Rio Branco.A plataforma elevatória pode ser vista como peça de artilharia. A nova praça 9 tornou-se lugar de resgate da memória.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.