O Declínio Das Louras

Olegário Mariano

Por serem mais românticas e belas

De linhas mais sensuais e duradouras,

Entre viúvas, casadas, e donzelas

Prefiro sempre as raparigas louras.

Porque nas atitudes mais singelas

São silenciosas e perturbadoras.

E a gente sente que é por causa delas

Que o sol loureja as searas e as lavouras.

Em Hollywood porém, na hora presente,

Andam as louras desaparecidas

De cabelos mudados de repente.

Será que a moda já não vale nada

Ou quem sabe se a lei contra as bebidas

Proíbe a venda de água oxigenada?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.