Procura-se criança nascida no ano 2000

Luiz Roberto Benatti

Não sei se os petistas locais têm boa memória nem se leram Nietzsche. Se tivessem lido o alemão, saberiam muito sobre promessa e memória. Nietzsche disse: “Devemos ter uma boa memória para sermos capazes de cumprir as promessas que fazemos”. Uma coisa é dizer-se que vai fazer, outra é fazer de fato. O PT, partido local do oba-oba, promete que promete porque a promessa arranca aplausos, enquanto os fogos explodem no ar. No dia 15 de dezembro de 1999, poucos dias antes do final do século XX, Félix Sahão Jr. referendou a lei 3579 que concederia prêmio aos pais do primeiro nascituro da virada do ano ou , como disseram os irmãos administradores, “o símbolo da nova geração”.Século novo, vida nova, mundos fabulosos a ser descobertos. Detalhes interessantes: o bebê deveria vir ao mundo de parto natural e pais residentes na cidade há 2 anos.Nada de pobre ou casal de amasiados. Caso o bebê fosse natimorto, a criança a ser contemplada seria a de “nascimento subseqüente”.Quem não tem tu, vai com tu mesmo. Interessa ao leitor/eleitor saber também que a prefeitura mandaria pagar as despesas de hospital, garantindo ao bebê enxoval completo e à criança, mais tarde, material escolar até o final do ensino médio. Dadivosos, ao adolescente na época do vestibular, garantiriam bolsa de estudo na FAFICA.Por onde andará o ex-bebê? A caminho da 8ª. série, casou-se, pôs filho no mundo? O poder público continuou a ampará-lo? Os símbolos servem para alguma coisa, pergunto, porque, afinal de contas, já nos embrenhamos por 20 anos no século XXI. Começamos com Nietzsche, terminemos com ele: “É preciso ter o caos em si mesmo para ser capaz de dar à luz uma estrela dançante”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.