Retrato em p&b do poeta quando bebê

Luiz Roberto Benatti

as tardes não eram frias

nem quentes

não me alimentavam com tolices

ou pálidos temores

ninguém ousara despedaçar meu coração

não cheguei a ver um escocês

nem sorver vinho dinamarquês

quais eram os meus pertences?

sobre meu berço

jamais pairou anjo alado

ou demônio armado

de foice ou ciúme

por onde andavam os meus lugares se não na Utopia dos azares?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.