Le mani pulite non hanno sbiancato nei lavandini dell’autolavaggio

Luiz Roberto Benatti

Embora a operação Lava [de] jato pareça ter-se inspirado na grande e notória operação italiana chamada Le mani pulliti ou Mãos limpas, uma coisa foi uma coisa e outra coisa poderia ter sido outra coisa. Na Itália, a justiça conduziu ao banco dos réus 5 mil suspeitos e mais da metade dos integrantes do parlamento, todos eles incriminados. Mais de 400 conselhos de cidade foram dissolvidos. Em valores econômicos, estima-se que as propinas descobertas atingiram a cifra fabulosa de 4 bilhões de dólares. A conduta judicial italiana pautou-se pelos limites de Lei e não enveredou pelo jogo político, o que implica em dizer que os italianos não optaram por veredas de troca de favor por cargos governamentais. No final, os juízes italianos não tentaram pôr abaixo o Estado nem levaram à breca empresas de porte. No Brasil, tudo não passa do assanhamento da classe média carnavalizada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.