Onde foram parar as casas dos ferroviários?

Luiz Roberto Benatti

 Belíssimas eram as  residências ferroviárias de Santa Catarina ou do Rio Grande do Sul.  As vilas operárias  abrigaram  crianças e idosos cujos parentes por décadas trabalharam nas antigas estradas inglesas.

Ao longo da Railway & co. havia muitas casas de bom padrão.O café fez miliardários e deu emprego a muita gente do País e do restante mundo. Transportado por rodovia para o porto de Santos, era um produto visível, olfativo, tátil, sonoro, regulador de nossos horários. A ferrovia estava ali e ninguém podia ignorá-la, ao contrário da cana de açúcar que se acha alhures ou nenhures. O café e a ferrovia deram a CTV vigor e musculatura por 50 anos, até que o trem descarrilou e nossa economia ficou anoréxica. Quer uma informação preciosa? A primeira cidade do País a transportar café por ferrovia para Santos chamava-se Catanduva. Conheceu? Sabe a quem devemos tudo isso? A Henrique Dumont, o pai do aviador. No dia 18 de maio de 1948, Antônio Stocco assinou a lei no. 62 de doação à Fazenda do Estado de S.Paulo de terrenos do São Francisco, entre as ruas Acre, Piauí, Maceió e São Luís, num total de 7.700 m2, além de outros 6.400 m2, entre a Porto Alegre, Sorocaba e a estrada de ferro, destinados à construção de 45 casas de moradia de ferroviários. Diz a lei que as obras teriam de iniciar-se em 6 meses,  para concluir-se, o mais tardar, em 3 anos, sob pena de os terrenos doados voltar  a ser propriedade do Município. Como não sofremos abalo císmico nos últimos 64 anos,  é de crer que a vila ferroviária deveria estar no lugar que lhe fora destinado por Stocco. Stocco foi carnavalesco cheio de entusiasmo e, ano após ano, de 1948 a 1951 e de 1960 a 1964, ao entrar no clube ferroviário, com  rei e  rainha, lembrava-se da vila  ,que não subiu o aclive do São Francisco, e de Conceição e cantava: “Conceição, eu me lembro muito bem, vivia no morro a sonhar com coisas que o morro não tem”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.