Encontro com jovens católicos no Colegião em 17 julho 2013

Luiz Roberto Benatti

A Bíblia, notadamente o Gênesis, pode ser vista como o lugar de uma metáfora do homem  que  aponta para ele   o caminho da  ultrapassagem do   chão áspero para a luz. Per aspera ad astra.Voltemos a lê-la perguntando-nos sobre alguns sentidos que a pressa e a distração deixaram de lado. Como exímio  arquiteto, o Demiurgo deu-se conta de que  aquilo que o cercava  era “sem forma e vazio” como se fosse folha branca de papel numa prancheta.O desafio supremo consistiu em negar o vazio.  O artista vê-se diante desse vazio. A coisa  informe era indicativa de que a ação modeladora ainda não fora iniciada ou então de que o que viria  a ser feito deveria  fazer-se a partir do não-ser, o inexistente.  Na visão budista, o copo vazio pode ser entendido como se estivesse cheio de ar, e é esse ar que garantirá ao informe ,transformado,  vida e mobilidade, uma vez que “o espírito de Deus movia-se sobre as águas”: eSPírito, reSPiração, eSPelho. As consoantes SP assinalam a presença do ar ou o espírito.  Inanimado é o corpo sem alma ou espírito. O Demiurgo é o próprio ar. Por que negou o Criador às trevas o direito de permanência e fez a luz? Porque é a luz que, ao contornar, recortar ou iluminar o objeto, o retira da penumbra para trazê-lo à luz. É esse o caminho do corpo: ir das trevas para a luz plena. Agora, sim, o Demiurgo, ao distinguir os Céus da terra, deixou visível que dois eram os planos das futuras criaturas: a imanência e a transcendência, o chão das necessidades e a consciência da Liberdade: Ele se faz modelador das estrelas, o Sol, a Lua, as aves, os répteis, o gado. Mais tarde, o Demiurgo provedor transferirá à criatura a missão de prover-se a si mesma, tanto com os frutos da terra quanto com a gordura animal, tais como foram as ofertas de Abel e Caim. Se o campo foi arado, as sementes atiradas ao solo germinaram e o bom tempo nos ajudou, o ano será de fartura. Na concepção do Criador não há perversidade, portanto não haveria escassez. No sexto dia, o Criador transforma-se no oleiro ou escultor e, do barro, da argamassa natural, do pó, faz Adão ou Adamá que, em Hebraico, significa barro vermelho. Ele o fez à sua semelhança e isto quer dizer que não haverá igualdade absoluta entre Criador e criatura. Se algo é semelhante a algo não quer dizer que as duas coisas sejam idênticas. Dois são dois e não um. Ao soprar-lhe  nas narinas, o Criador deu vida, mobilidade, palavra a Adão. E foi assim que a criatura instalou-se no Éden, entre os rios Pison, Gion, Tigre e Eufrates. Uma das dificuldades do entendimento de como o Criador fez Eva está na incorreta tradução da palavra tsella, parecida no som com costela. Tsella quer dizer ser vivente, Zoé,  porque nela irá abrigar-se a vida, futuros descendentes de Adão e Eva. Parece que a real mudança no estado de inércia só se dá pelo contraditório que, no caso do Éden, ocorre a partir da desobediência e a revelação do pecado.Havia uma guardiã de Ygdrasil, a árvore da Sabedoria ou do Bem e o Mal. Estranha, atenta e ali enrodilhada, a Serpente era a Sabedoria. O que chamamos de Cultura ou Civilização só irá ocorrer porque o casal nega ao interdito o direito de continuar como lei pétrea, inamovível. A descoberta do corpo em sua capacidade geracional – o sexo, psicanalítico – levará à expulsão do território de origem, à obrigação do trabalho, à existência do tempo material regulador da atividade econômica  e o descanso. Expulso, o casal vai para Nod que, em Hebraico, quer dizer errante ou Hamlet, o lugar. Assim, o filho Enoque, funda a primeira cidade.   

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.