Ruptura pelo  mal

Luiz Roberto Benatti

Já te falei, otário, prega fogo e mate já que você garantiu que tinha a melhor pontaria do pedaço.Também não quero saber das tuas tatuagens nem que você tenha tatuado a bunda. Você é boiola? Hoje a coisa tem de ser diferente: eles nos ameaçam, matam os nossos, não vamos brincar. O negócio é mandar essa gente pro inferno. Se você não matar, encha o saco deles, passe pelo gerente e cuspa na cara, pise na botina, chute o traseiro. Agora, nas próximas eleições, vamos pôr mais gente nossa lá dentro. Nós seremos a lei e os homens vão dançar miudinho ou vir comer na palma de nossa mão. Ó, cara, o carrão tá bem perto. Primeiro você acerta o pneu dianteiro, puf, pif, pof, o maluco perde o controle, o carro roda feio e vira, cai na ribanceira e explode. Babau. Se um deles ficar na estrada meio esfolado, paramos a máquina e você acerta o olho do desgraçado. Cê não gosta de relógio de ouro – Cartier? Vou te dar um Cartier de verdade, francês. Aprendi a gostar de você como se você fosse meu filho, por isso te conto um segredo. O câncer já comeu 1/3 do meu esqueleto: tenho pouco tempo, vou vender uma montanha de droga pura e deixar miliardários todos os meus amigos do peito. Aí vêm eles!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.