Bertold Klinger anunciou a Vargas a rendição pelo malfadado 32

Luiz Roberto Benatti

Não tínhamos metralhadora nem fuzil nem mesmo uniforme bem ajambrado e, como nos faltava grana, muitos de nós entregaram os anéis para “o bem de SP”. Quando alguns soldados, singelos porém dotados de certa coragem, souberam da rendição anunciada por Klinger, o chamaram de “vilão”. O telegrama completou 80 anos: Vargas o recebeu no dia 2 de outubro [carimbo do Exército no alto, à direita]. Em 60 dias, enfiamos o rabo entre as pernas: Klinger foi para o exílio português, de onde retornou em 1934, anistiado; em 64, 30 anos mais tarde, apoiou a ditadura militar que derrubou Jango Goulart. A linguagem engrolada de Klinger é indicativa do uso da camisa de sete varas em que nos metemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.