Providência

Luiz Roberto Benatti

As afirmações de Kant sobre Espaço e Tempo são desafiadoras, mas a mim, confesso, bastam uma cadeira, um toco de árvore, uma pedra, onde me sento para deixar que o pensamento se desenrole sem ponto ou vírgula. O mistério, de fato, é o Tempo, e olha que o filósofo advertiu-nos para não confundi-lo com a decadência dos corpos. Do tempo, querida, vamos para a Beleza que se evola como os meus pensamentos. Quem inventou a crueldade da pele ressecada, olhos frágeis, boca derruída, lembranças custosas?

Les demandes de Kant sur ​​l’espace et le temps sont difficiles, mais pour moi, je l’avoue, il suffit d’une chaise, une souche d’arbre, un rocher, où je m’assieds pour laisser la pensée se déploie sans périodes ou des virgules. Le mystère, en fait, est le temps, et regardez ce philosophe nous a avertis de ne pas le confondre avec la désintégration des corps. Temps, ma chérie, allons à la beauté qui evola que mes pensées. Qui a inventé la cruauté de la peau sèche, les yeux vitreux, la bouche tombé, souvenirs coûteux?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.