Romaria

 João Mineiro e Marciano

É de sonho e de pó
O destino de um só
Feito eu perdido em pensamentos
sobre o meu cavalo

É de laço e de nó
de gibeira o jiló
dessa vida cumprida a só

Sou caipira, Pirapora, Nossa Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
o trem da minha vida
Sou caipira, Pirapora, Nossa Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
o trem da minha vida

O meu pai foi peão
Minha mãe solidão
Meus irmãos perderam-se na vida
A custa de aventuras
Descasei, joguei, investi, desisti
se há sorte, não sei, nunca vi

Sou caipira, Pirapora, Nossa Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
o trem da minha vida
Sou caipira, Pirapora, Nossa Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
o trem da minha vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.