Câncer, cachorro e outras metáforas  no Facebook

Luiz Roberto Benatti

Entre ontem (8 de jan) e hoje (9), a polêmica conduzida por  mim e Florence Manoel avolumou o número de leitores do blogue www.catanduvanaoesquece.com em 300 ou 400 criaturas, fato que, no mínimo, indica que queremos ler, cheirar, opinar e dizer que estamos vivos e pensantes. O Facebook representa o possível espaço helênico de Platão no Brasil dos dias que correm.As coisas são como são e não como poderiam ser. Mais para o final da tarde, Renato Beschizza, ao afirmar que, admiração à parte, eu atuava como um câncer no debate, lançou a primeira metáfora. Sem se dar conta, talvez, ele acabou por resgatar o que Susan Sontag havia dito no final dos 70s: “Com as doenças modernas (tuberculose, noutros tempos, e, agora, o câncer), a noção romântica de que a doença, de modo invariável, não passa de expressão do caráter, pode ser estendida para complementar que o caráter provoca a doença …”Renato não é simplório e sabe do que fala. Além disso, está certo: o debate bem conduzido devasta, arrasa, liquida massa decrépita de pontos de vista políticos superados. De roldão, como não poderia deixar de ser, dá aos contraditores  hora e vez para praticar o direito de espernear ou xingar, como foi o caso dum petista de Campinas, cuja juventude esvaiu-se pelos anos 60s, ao afirmar  que eu, no debate com a Florence, exibia canalhice. Canalhice é termo quase que desatualizado, mas vamos lá: baixeza, maroteira, molecagem, sujeira. Pergunto ao simpático sindicalista se poderíamos dizer o mesmo sobre os prestimosos liquidantes da massa falida do Toninho de Campinas? Temos de nos armar de paciência: com Platão, os diálogos organizam-se de modo civilizado, cada um dos debatedores fala no tempo certo, tudo conflui para o  imprevisível arremate, num excepcional resultado atemporal. O diálogo no Facebook deixa-se contaminar pela ira e os sucos corrosivos do câncer, a impaciência, a vingança, a certeza de que o fogo consumirá o adversário até os ossos que, desse modo, não poderão mais ser  oferecidos aos cães.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.