Thomas Mann poderia ter-se inspirado em Manoel Bandeira para construir a figura de Hans Castorp, protagonista de A montanha mágica

Luiz Roberto Benatti. Num curto ensaio bastante precioso denominado A vida inteira que podia ter sido e que não foi: trajetória dum poeta tísico, Ângela Porto, pesquisadora da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, RJ, escreveu que “a poesia foi a maneira usada por Bandeira para redesenhar a auto-imagem”. Vemos pelo ensaio como a doença apanhava na…

CTV: 1948-1952, anos em que a cidade perde os traços rurais para urbanizar-se: 2º. Grupo escolar, asfalto, SESC, Hospital das clínicas/FAMECA, Carnaval, casamento na cadeia

Luiz Roberto Benatti. Ocupada, talvez, com equilibrar-se na colina pedregosa das licitações, a prefeitura não se lembrou de comemorar em janeiro de 2018 o aniversário dos 70 anos da administração de Antônio Stocco, prefeito onímoda, quer dizer, uma criatura de olhar abrangente e bem articulado. Stocco tracionou a vila entaliscada no barreiro rural, deu-lhe o…