Poema

Poema/Eugenio Montale Hai dato il mio nome ad um albero? Non è pocopure non mi rassegno a restar ombra, o troncodi um abbandono nel suburbio. Io il tuol’ho dato a un fiume, a um lungo incendio, al crudogioco della mia sorte, alla fiduciasovrumana con cui parlasti al rospouscito dalla fogna, senza orrore o pietào tripudio,…

AMARÁS O MARQUÊS DE SADE COMO A TI MESMO ou KANT/ADAS AVEC Le MARQUÊS DE SADE

Luiz Roberto Benatti & Elko Perissionotti Sade Adu é linda e com voz capaz de “decapitar corações”! Como é amicíssima do Dr. Lois Alzheimer, avisa-nos que, confusos e desorientados em seara alheia, navegamos na contramão e já estamos prestes a abalroar o fulgurante farol da Normandia, cemitério dos bravos marines. As guerras são grandes e…