Beckett prefigurou o fim do homem imperial

Luiz Roberto Benatti Se entendermos a expressão “homem imperial” como a  criatura quase sempre imponente (ressalvado o talhe de Napoleão Bonaparte), peito enrijecido pelo estufamento, estiloso, cujo vigor transpira por todos os poros, acima da massa ignara, construtor de palácio imponente, de tal modo que seu sentido de imanência assenta-se sobre a argamassa da transcendência…

Mílton Nascimento, Márcio Borges e …”Jules & Jim” de Truffaut

Gustavo de Oliveira É a gênese do Clube da Esquina: “Tudo começou com uma ida ao cinema. No dia em que Mílton Nascimento assistiu em várias sessões seguidas ao filme Jules et Jim, de Françoise Truffaut, ao lado do amigo Márcio Borges, decidiu que seria compositor e músico profissional. Até então queria apenas interpretar canções…